Ofertas de emprego enganosas... elas andam ai!

Olá maltinha,

Certamente todos aqui já passaram pela saga de procurar emprego, seja porque foram forçados a deixar o actual ou porque procuram novas oportunidades. Conseguir o emprego ideal não é fácil [ninguém disse que o era, certo?], mas existem anúncios que nos deixam com os cabelos em pé e os olhos em bico. 

Sou licenciada em jornalismo, mas a falta de trabalho na área fez com que me inicia-se no copywriter. Comecei a escrever para empresas de marketing e publicidade, em regime de prestação de serviços, no inicio de 2014. Quis o destino que sempre tivesse textos para escrever e que as próprias empresas é que entrassem em contacto comigo. Aliás, o copywriter foi-me apresentado por uma empresa que me convidou para escrever para lá, mal eu sabia o que essa expressão significava. 

Mas chega aquela altura na vida em que colocamos na balança tudo o que fizemos até ao momento e achamos que chegou a altura de encontrar um emprego por conta de outrem, com regalias salariais, horário de trabalho e objetivos propostos pela empresa. 

E quando iniciamos a busca, invariavelmente deparamos-nos com anúncios na área do jornalismo e comunicação que são uma vergonha para a classe. E não pode deixar de retirar dois bons exemplos do que vos falo. Venham ver comigo!

1. Um anuncio de emprego onde procuram um copywriter para escrever textos para o blogue da empresa, com o objetivo de promover a cidade do Porto. A pessoa em questão deve saber inglês fluentemente e serão valorizados conhecimentos em marketing digital. O que oferecem? a oportunidade de publicarem o trabalho num blogue, porque trata-se de um trabalho não remunerado. 


2. Procuram um colaborador para um jornal online, com sede em Coimbra, que resida nos concelhos de Montemor-o-Velho ou Condeixa. Este deverá fazer uma pequena peça semanal para o jornal, sobre um acontecimento/notícia do concelho onde reside, mas sem qualquer remuneração pelo seu trabalho. 


E sabem o que mais me assusta nestas duas ofertas de emprego? é que ainda há pessoas que acham normal trabalhar sem ganhar, ainda existem jovens que terminam os cursos e acham que só ganham experiência se trabalharem sem remuneração. Mas garanto-vos que não tem que ser assim. Não se deixem enganar e não dêem o vosso trabalho a quem não está disposto a valorizá-lo e a pagar por ele. 


14 comentários :

  1. Cada vez mais o mundo está perdido...
    Querem a mao de obra mas pagar naooo... claro ke hoje em dia ninguem ker isso...
    Trabalhar para obter experiencia nao é para os tempos ke correm...
    Gostei do post

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos temos contas para pagar no fim do mês e qualquer tipo de trabalho deve ser remunerado. Sempre gostei de fazer voluntariado, mas não é disso que estamos a falar nestes anúncios.
      beijinhos

      Eliminar
  2. Se fosse só isso. Há tantos anúncios enganosos... Era uma saga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E só retirei 2 na minha área de formação, mas anda meio mundo a querer enganar outro meio mundo.
      beijinhos

      Eliminar
  3. Alo :)
    Infelizmente é realidade dos dias de hoje. E o pior é que encontrar um trabalho de jeito é mentira....
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No jornalismo ou são ofertas miseráveis ou o plano B que são os call centers. Entre os 2 venha o diabo e escolha
      beijinhos

      Eliminar
  4. É a triste realidade. Eu sou médica veterinária e quando comecei a trabalhar, a minha ex patroa dizia que tínhamos era que ficar muito contentes por podermos estar num sitio a aprender e não podíamos pôr a família à frente do trabalho. Um ano depois despedi-me, obviamente.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, também tive um 'patrão' que achava que eu é que lhe devia de pagar por ele me ensinar e eu estar a adquirir experiência. Um dia conto essa história que não acabou nada bem, pois claro!
      beijinhos

      Eliminar
  5. E muito triste a realidade que estamos vivendo. Sem empreogo

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente são coisas que continuam a acontecer e ainda bem que existem pessoas como tu para denunciar estás situações

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não consigo compactuar com estas situações, porque continuam a existir empresas que acham normal os jovens trabalharem sem receber nada em troca.
      beijinhos

      Eliminar
  7. Não é só no "primeiro emprego" muitos de nós já temos emprego e a entidade patronal acha que pode dispor da nossa vida a seu belo prazer.

    ResponderEliminar
  8. Ofertas fraudulentas há em todo o lado. O meu namorado foi admitido num call-center e não foi remunerado, quando lhe foi garantido o contrário. Também acho insano ofertas de trabalho que exigem dez horas diárias, por exemplo, e pagam uma ninharia; querem aproveitar-se do desespero das pessoas -.-

    ResponderEliminar