6.3.16

Calvin Klein 2 - Uma mudança livre

Comprar um novo perfume é sempre uma tarefa difícil, principalmente quando o objetivo é mudar. Depois de quase dois anos fiel ao mesmo. Contudo, acredito que a mudança é sempre algo positivo, é uma lufada de ar fresco e que traz sempre novas sensações, no entanto como qualquer mudança, é necessário passar pela fase de adaptação, que pode demorar mais ou menos tempo, dependo de cada pessoa, como é natural.


A mudança desta vez passou pela nova fragância da Calvin Klein. Para quem conhece a marca, certamente já deve ter experimentado ou pelo menos ouvido falar do famoso CK One, o perfume lançado em 1994 completamente unissexo, que se tornou um marco na década de 90.

O mundo evolui, as gerações e consequentemente os consumidores também, e passados mais de 20, a Calvin Klein decidiu que era altura de se focar para os millennials, os novos consumidores, nascidos entre os anos 80 e 2000, e que já têm a sua marca nos padrões de consumo mundiais.

A Calvin Klein não ficou indiferente às exigências e necessidades dos jovens atuais e lançou o CK 2, um perfume que como a própria marca faz questão de referir não é unissexo, mas sim free gender, para homem ou mulher.

Os mais céticos podem dizer que é impossível produzir um perfume que não seja pelo menos mais volto para um género, ou para outro, mas a realidade é que é possível. Para quem conhece o CK One, sabe do que falo, não sabia é que seria possível repetir o mesmo feito duas vezes seguidas.

O CK 2 celebra a diversidade e a juventude atual, negando o tradicionalismo e estereótipos. É um perfume fresco, cítrico, ideal para usar em qualquer lugar, circunstância, e por qualquer pessoa. Depois de já o ter utilizado várias vezes, até eu me surpreendo com o facto de não conseguir decidir se é para homem ou mulher, é claramente livre de géneros e de rótulos.

A embalagem tem um design minimalista, e foi desenhado por Cédric Ragot, consiste numa espécie de ampola cilíndrica com uma tampa quadrada, permitindo que fique estável, colocado de cabeça para baixo. A fragância conta faz um mix de elementos como tangerina, wasabi, lírio florentino, pedras da calçada molhada, vetiver ou incenso. É uma explosão de aromas, vale a pena experimentar.


O perfume já se encontra à venda, e pode ser encontrado pelos seguintes valores: 44,33€ (30 ml); 77,67€ (100 ml). Como eu gosto de ajudar os amigos, deixo-vos este site: http://www.perfumaniacos.com onde podem encomendar o vosso a metade do preço, e com portes grátis a partir de 49€, além disso a entrega é super rápida.


4 comentários:

  1. é comprar perfume não é nada fácil, eu geralmente ganho perfumes, mas ano passado em dezembro fui atrás de um...
    agora já penso em outros pra adquirir...
    gostei da dica!
    beijinhos ana, e seja bem vinda ao blog!
    http://adeliadanielablog.blogspot.com.br/2016/03/expoagro-2016-laranjeiras-do-sul.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adélia eu adoro perfumes e sempre que posso compro. Não tenho muitos porque ainda são caros e só uso um de cada vez! Big beijo!

      Eliminar
  2. Eu adoro os perfumes da Avon ♡ adoro um bom perfume. O meu preferido é da avon e é qualquer coisa de maravilhoso *-*

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro o CKOne, o primeiro veio diretamente dos "estates", uma prima que veio de férias deixou cá o dito e foi amor ao primeiro cheiro :-) desde então é o único que reconheco a léguas de distância. Vou tentar cheirar este para ver. Também uso o Tommy Girl, mas é segunda escolha ehehehehhehehhhe

    ResponderEliminar